• Grupo de Educação Multimídia

Mostra de Cinema Trabalho No Brasil

Atualizado: 22 de Out de 2020



No sistema escravista e seu deslocamento para o trabalho livre, a forma de acumulação

da riqueza era o corpo do escravo. Depois de uma fase de exploração da terra, o

corpo retorna, no sistema neoliberal, ao centro da exploração do trabalho por meio da

ideia de serviço. Este argumento se volta para o hibridismo entre a linguagem documental

e ficcional dos filmes que discutem as condições do trabalho relacionadas ao corpo, com destaque para a exploração da mulher, entre outros grupos silenciados historicamente.

Este argumento, que pode direcionar uma seleção de filmes sobre o universo do trabalho

em sentido global, é contudo o mote para que a Mostra Cinema e Trabalho FAETEC/PACC/GEM construa um olhar sobre as transformações do trabalho na história

do Brasil ao longo do século XX e início do século XXI.






LISTA DE FILMES SELECIONADOS PELA MOSTRA:


Encontro com Milton Santos: O Mundo Global Visto do Lado de Cá

Silvio Tendler (2006, 1h29min.) - documentário


Iracema — uma transamazônica

Orlando Senna e Jorge Bodanzki (1975, 1h31min.) - drama


Quanto vale ou é por quilo?

Sergio Bianchi (2005, 1h50min.) - drama


Sonhos roubados

Sandra Werneck (2010, 1h30) - drama


Que horas ela volta?

Ana Muylaert (2015, 1h 54m) - drama


Vida Maria

Marcio Ramos (2007, 8min.) animação/drama


Eletrodoméstica

Kleber Mendonça Filho (2005, 22min.) - drama/comédia


Para quando o carnaval chegar

Marcelo Gomes  (2020, 1h 25m) - documentário

Link para baixar o filme: https://bit.ly/37gC1qD


Domésticas

Fernando Meirelles, Nando Olival  (2001, 1h 25min) - comédia dramática


A hora da estrela

Suzana Amaral (1985, 1h36m) - drama


Arábia

João Dumans, Affonso Uchoa (2017, 1h 37m) - drama

Link para baixar o filme: https://bit.ly/3lX6rlY



Cabra Marcado para Morrer,  Eduardo Coutinho, (1984, 1 h 59 min.) - documentário



Eles não usam Black-tie, Leon Hirszman, (1981, 2h 14 min) - drama


Rio 40 graus, Nelson Pereira dos Santos (1955, 1h40min.) - drama


Vidas Secas, Nelson Pereira dos Santos (1963, 1h55min.) - drama


Alma no olho, Zózimo Bulbul (1974, 11min.) - performance


Trabalhadoras Metalúrgicas, Renato Tapajós (1978, 17 min.) - documentário





LISTA EXTRA DE SUGESTÕES SOBRE O TEMA:


O ABC da greve, Leon Hirszman (1990, 1h 15m) - documentário

Nós que aqui estamos por vós esperamos, Marcelo Masagão (1h13min, 1999) - doc.

Café com canela, Glenda Nicácio e Ary Rosa (2018, 1h42min.) - drama

Bye bye, Brasil, Cacá Diegues (1980, 1h50min) - comédia

O homem que virou suco, João Batista de Andrade (1981, 1h37min.) - drama

Saneamento Básico, Jorge Furtado (2007, 1h52min.) - comédia

Boi Neon, Gabriel Mascaro (2015, 1h41) - drama

Santiago, João Moreira Salles (2007, 1h20min.) - documentário

Estamira, Marcos Prado (2006, 2h01min) - documentário

Abolição, Zózimo Bulbul (1988, 2h33min) - documentário